sexta-feira, 13 de março de 2015

Hoje o Brasil vai parar! Afinal é o último capítulo da novela...

Não costumo fazer discursos inflamados sobre qualquer coisa, mas hoje, o Brasil vai parar, pois é o último capítulo da Novela... 

Eu, Gisele, gosto de novelas antigas, parecem que elas tinham mais história, mais enredo...Porém, o que atualmente, tem se passado, chega a ser esdrúxulo, uma afronta às famílias, uma afronta aos sonhos de DEUS. Para não dizer que não assisto novela, tenho acompanhado o Rei do Gado, e sabe que percebi? Que mesmo uma novela de 20 anos atrás, tem umas coisinhas bem complicadas, ainda bem que ela é editada, por conta do horário.
Na real, eu só me indignei e deixei as palavras fluírem sobre isso, porque em minha linha do tempo, eu vi N “irmãzinhas”, compartilhando uma foto da revista Veja, onde o autor Agnaldo Silva diz sobre a possibilidade da morte do personagem principal no último capítulo da novela Império. Felizmente a ética não me permite dar um print na tela, mas, por favor, xingar o Agnaldo Silva, fazer discursos para que seja mudado fim de novela e pior ainda; ofenda: mas não assassina o português.
Ao ler, as "irmãzinhas" xingando o autor da novela, dizendo que ele não sabe escrever novela, me indignou. Eu quase comentei: "irmã, nem vou comentar esse lance do autor saber ou não escrever, mas aproveitando a oportunidade, não tenho visto sua filha, seu neto, sobrinhos, na igreja". 
Mas, viva a ética, que nos segura, feliz ou infelizmente, não comentei, mas tenha certeza que orei e orarei mais, por essas famílias, que deixam de ir à igreja para contemplar esse tipo de "entretenimento".
Enfim, vivemos em um país, onde as novelas são um “soft porn”, que permeiam pelos pensamentos das donas de casa, que na ânsia de fugir de sua realidade, enchem suas mentes de lixo. Bem, lá vai uma confissão: As crianças estão bem chateadas, com a falta de atenção. Sempre, sempre mesmo, escuto reclamações sobre serem trocados pela TV. Pior, é quando as mães permitem que seus filhos menores de 10 anos, assistam junto. Deixe-me lhe contar uma coisa: Tem gente morrendo no Oriente médio, simplesmente porque pronuncia o nome Jesus na rua. Existem países, que proíbem pais cristãos de ensinarem sobre a fé cristã aos seus filhos. Não quero “crentiar” nada, nem gosto disso, mas só peço para você, mãe e pai que gosta de novela, não repasse seu mal gosto aos seus filhos. Faça um voto com Deus, em não assistir a próxima novela e veja o que Deus pode fazer em sua vida.
 A Novela trás uma pornografia leve para dentro de casa, ensina que tudo é normal e isso vai se enraizando na mente da criança. Cuidado, porque a próxima novela, vai ser pior ainda, só pelo propaganda, que faz os líderes de crianças pirarem. Gente, Jesus ainda pode saciar a sede ou a fome de sua alma, sem você precisar recorrer a qualquer coisa para fugir de sua realidade. TV é legal, mas faça bom uso dela. Isso também se aplica ao uso do celular ou qualquer outro aparelho eletrônico. Use o aparelho, não deixe ele usar você. Se vc tem filho, por favor, pai e mãe é integral, não tem férias, não tem como fugir disso.
 Cuidado com os programas sensacionalistas, recheados de mortes e desgraça.É realmente, necessário crianças assistirem isso? É realmente, necessário você assistir a isso? Mães e Pais: Não "adultizem" as crianças,elas não são adultos em miniatura, são crianças e precisam ser tratadas como tal.
O que as crianças assistem, infelizmente, contribuem para a formação de caráter. 
Depois...não reclame! Selecione o que você assiste e com quem assiste!
Ore mais, jejue mais, leia mais para seus filhos! Troque a novela por mensagens no Youtube, por exemplo. Você cresce espiritualmente, seu senso critico melhora e bendito serão seus frutos!
Só Jesus satisfaz a sede e a fome de nossa alma!  

sábado, 10 de março de 2012

Quer um conselho? Use Filtro Solar :)




                           

Senhoras e Senhores da Turma de 2003...                              

Filtro solar!
Nunca deixem de usar o filtro solar
Se eu pudesse dar só uma dica sobre o futuro seria esta:
usem o filtro solar!
Os beneficios a longo prazo
Do uso de filtro solar estão provados
E comprovados pela ciência
Já o resto de meus conselhos
Não tem outra base confiável
Além de minha própria experiência errante
Mas agora eu vou compartilhar
Esses conselhos com vocês...

Aproveite bem, o máximo que puder, o poder e a beleza da juventude.
Ou, então, esquece...
Você nunca vai entender mesmo o poder e a beleza da juventude até que tenham se apagado.
Mas pode crer, daqui a vinte anos você vai evocar as suas fotos
E perceber de um jeito que você nem desconfia, hoje em dia, quantas, tantas alternativas se escaravam a sua frente
E como você realmente tava com tudo encima
Você não tá gordo, ou gorda

Não se preocupe com o futuro.
Ou então preocupe-se, se quiser, mas saiba que pré-ocupação
é tão eficaz quanto mascar chiclete
para tentar resolver uma equação de álgebra.

As encrencas de verdade da sua vida, tendem a vir de coisas que nunca passaram pela sua cabeça preocupada
E te peguam no ponto fraco às 4 da tarde de um terça-feira muito horrenda
Todo dia, enfrente pelo menos uma coisa que te meta medo de verdade.
Cante.

Não seja leviano com o coração dos outros.
Não ature gente de coração leviano.
Use fio dental.
Não perca tempo com inveja.
Às vezes se está por cima,
às vezes por baixo.
A peleja é longa e, no fim,
é só você contra você mesmo.
Não esqueça os elogios que receber.
Esqueça as ofensas.
Se conseguir isso, me ensine.
Guarde as antigas cartas de amor.
Jogue fora os extratos bancários velhos.
Estique-se.

Não se sinta culpado por não saber o que fazer da vida.
As pessoas mais interessantes que eu conheço não sabiam,
aos 22, o que queriam fazer da vida.
Alguns dos quarentões mais interessantes que conheço ainda não sabem.
Tome bastante cálcio.
Seja cuidadoso com os joelhos.
Você vai sentir falta deles.

Talvez você case, talvez não.
Talvez tenha filhos, talvez não.
Talvez se divorcie aos 40, talvez dance ciranda em suas bodas de diamante.
Faça o que fizer, não se auto congratule demais, nem seja severo demais com você.
As Suas escolhas tem sempre metade das chances de dar certo, é assim pra todo mundo.
Desfrute de seu corpo, use-o de toda maneira que puder, mesmo!
Não tenha medo do seu corpo ou do que as outras pessoas possam achar dele
É o maior instrumento que você jamais vai construir.
Dance! Mesmo que não tenha aonde além de seu próprio quarto.
Leia as instruções, mesmo que não vá segui-las depois.
Não leia revistas de beleza, elas só vão fazer você se achar feio!

Dedique-se a conhecer os seus pais.
É impossível prever quando eles terão ido embora, de vez.
Seja legal com seus irmãos. Eles são a melhor ponte com o seu passado
e possivelmente quem vai sempre mesmo te apoiar no futuro.
Entenda que amigos vão e vem, mas nunca abra mão de uns poucos e bons.

Esforce-se de verdade pra diminuir as distâncias geográficas e de estilos de vida.
Porque quanto mais velho você ficar, mais você vai precisar das pessoas que conheceu quando jovem
More uma vez em Nova York, mas vá embora antes de endurecer.
More uma vez no Havaí, mas se mande antes de amolecer.
Viaje.

Aceite certas verdades inescapáveis: os preçoes vão subir, os politicos vão saracutiar, você, também, vai envelhecer.
E quando isso acontecer..
Você vai fantasiar que quando era jovem os preços eram razuáveis,
Os políticos eram decentes
E as crinanças respeitavam os mais velhos.
Respeite os mais velhos. E não espere que ninguém segure a sua barra.
Talvez você arrume uma boa aponsentadoria privada,
Talvez case com um bom partido, mas não esqueça que um dos dois pode de repente acabar.

Não mexa demais nos cabelos, senão quando você chegar aos 40, vai aparentar 85.
Cuidado com os conselhos que comprar,
mas seja paciente com aqueles que os oferecem.
Conselho é uma forma de nostalgia.
Compartilhar conselhos é um jeito de pescar o passado do lixo, esfregá-lo,
repintar as partes feias e reciclar tudo por mais do que vale.
Mas no filtro solar, acredite!


domingo, 13 de novembro de 2011

Porque é importante as mães orarem por seus filhos?

Gente, esse vídeo de Pastora Alda Célia,  ensina as mães a ungir seus filhos... Assista, emocione-se e ore pelos seus filhos...

terça-feira, 4 de outubro de 2011

Palavra Cantada em 3D =D


Depois de fazer a garotada dançar e se divertir em diversas apresentações pelo país, a dupla Paulo Tatit e Sandra Peres chegam às salas de cinema com o musical infantil Palavra Cantada 3D - Show Brincadeiras Musicais.

No projeto, os músicos exploram suas canções com diversão e interatividade, levando 19 canções às telonas. No repertório estão as já conhecidas Sopa, Fome Come e Ciranda, além das inéditas O Caramujo e a Saúva, Vem Dançar com a Gente e Bolinha de Sabão.

O filme será exibido exclusivamente na rede Cinemark de cinemas.

Park Shopping Barigüi - Cinemark - Sala 2

11:20 somente sábado e domingo | 13:05 | 14:40 | 16:10 | 17:40

Shopping Mueller - Cinemark - Sala 3

11:00 somente sábado e domingo | 13:00 | 14:40 | 16:20 | 20:20


quarta-feira, 22 de junho de 2011

Afinal, para que serve um pedagogo?

Qual é o trabalho do pedagogo?
            Já experimentou digitar no famoso site de busca GOOGLE : Piadas sobre pedagogos? Ainda não sei se a piada é para rir ou chorar, vendo que a única piada que você encontra lá é: ” Pedagogia: Outro curso da série de cursos "Candidata (o)s ao Golpe do Baú". Alguém já precisou ou pelo menos conhece alguém que já precisou de um pedagogo? Não há muito mais a dizer, visto que não há sinais de utilidade neste curso.”
            Será que é isso que pensam dos pedagogos? Será que o trabalho e empenho desse profissional que tem por significado Conduzir ao conhecimento; está deixando seu trabalho a desejar? Em contrapartida, há uma comunidade na rede social Orkut, que diz: “Sem professor, não tem doutor.” Podemos ir mais longe: Sem professor, pedagogo ou coordenador pedagógico, diretor, inspetores, enfim, sem as pessoas que estudaram pedagogia, não há doutores, mestres. Então, o trabalho do pedagogo é importante sim. Ele pode estar mais escondido, ás vezes não estar dentro de sua real função, sem um campo específico de atuação, responde às emergências, apaga focos de incêndios e apazigua os ânimos de professores, alunos e pais.
            Saviani (1984,pág. 09) em um discurso publicado pela revista ANDE n° 09, fala como patrono para turma de formandos em pedagogia,  em 1984, sobre o trabalho do pedagogo.  Fala ainda, sobre o leque de possibilidades do trabalho do pedagogo, seja em âmbito: escolar, social, hospitalar ou em qualquer modalidade da educação.

Assim,a pedagogia significa também condução á cultura, isto é, processo de formação cultural.E pedagogo é aquele que possibilita o acesso á cultura, organizando o processo de formação cultural. È, pois, aquele que domina as formas, os procedimentos, os métodos através dos quais se chega ao domínio do patrimônio cultural acumulado pela humanidade. E como o homem só se constitui como tal na medida em que  destaca da natureza e ingressa no mundo da cultura, eis como a formação cultural vem coincidir com a formação humana,            convertendo-se o pedagogo, por sua vez, em formador de homens. (Saviani, 1984)

                                    
            A Lei de Diretrizes e Bases, não tem menção propriamente Dita ao pedagogo em si, mas relata o papel do profissional da educação.
            À luz da legislação federal – LDB, todos aqueles profissionais de educação escolar, em particular, os das redes oficiais de ensino, que ingressam, no serviço público, através de concurso público de provas e títulos, são, portanto, detentores de cargos públicos, e, por isso, têm incumbências enumeradas ou responsabilidades explicitadas pelo Estado. A LDB, assim, ao referir-se aqueles que profissionais que têm cargos efetivos de professores os chamam de docentes. A escola, por sua vez, zelando pela valorização profissional de educação escolar, tem a incumbência inalienável de envolver os docentes no seu processo de construção ou gestão escolar.
             Vemos em vários artigos e incisos o papel do docente, a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB) dá diferentes títulos aos profissionais de educação escolar: professores, docentes e profissionais de ensino os artigos 61 á 67 é  dedicado aos profissionais de ensino. O Art. 64 diz que a formação de profissionais de educação para administração, planejamento, inspeção, supervisão e orientação educacional para a educação básica, será feita em cursos de graduação em pedagogia ou em nível de pós-graduação, a critério da instituição de ensino, garantida, nesta formação, a base comum nacional. Ou seja, pedagogos e docentes seguem a mesma lei.
            Entretanto, a formação dos pedagogos no Brasil está atrelada as determinações do Conselho Nacional de Educação, CNE.        O que nos remete novamente ao artigo 64 da LDB, pois sabemos que a docência é uma dos diversos atos pedagógicos.
            Mas retornando ao papel do pedagogo, podemos citar Libâneo, em Pedagogia e Pedagogos, para quê? Cita: “O pedagogo é um profissional que lida com fatos, estruturas, contextos, situações referentes a prática educativa em suas várias modalidades e manifestações.”
            Desde a sua criação, a identidade do pedagogo bem como a organização curricular foram temáticas para debates, porém, sem precisão nos resultados. Mas afinal, o pedagogo está em crise de identidade? Como explicar essa profissão, tão humanitária que buscar o melhor das pessoas?
            O pedagogo atuante favorece a formação de grupos de estudo, fortalece a interação humana na escola, melhora o clima organizacional de maneira significativa, estimulando o respeito mútuo e a boa convivência, além de desempenhar papel efetivo na construção e atualização do Projeto Político Pedagógico – PPP. O pedagogo realmente competente só tem tempo para o que é essencial em seu campo de atuação, ou seja, parar de “apagar todos os incêndios” e criar o ambiente pedagógicos, junto ao professor e a comunidade. O pedagogo é aquele que, na hora atividade do professor,  precisa sentar com ele e descobrir o que precisa, o que seus alunos precisam, o que a escola pode contribuir na pratica pedagógica desse professor.
            O pedagogo é o profissional que pode atuar em um leque de possibilidades, ou seja, precisa estar estudando, se atualizando. O pedagogo é o profissional que aprende para ensinar. Podemos concluir, s o trabalho do pedagogo da seguinte forma: ele tenta aliar as teorias com o melhor da prática pedagógica na sala de aula. Mais do que resolver problemas de emergência e explicar as dificuldades de relacionamento ou aprendizagem dos alunos, o papel do pedagogo é ajudar na formação dos professores. Mas isso é muito pouco. Na verdade, o pedagogo se faz cada vez mais necessário porque professores e alunos não se bastam. O pedagogo eficiente centraliza as conquistas do grupo de professores e assegura que as boas idéias tenham continuidade. Só assim é possível que o coordenador efetivamente forme professores (e esse é o seu papel primordial), eu diria que no dia-a-dia de uma instituição educativa é preciso:
- dispor segundo certa ordem e método as ações que colaboram para o fortalecimento das relações entre a cultura e a escola;
- organizar o produto da reflexão dos professores, do planejamento, dos planos de ensino e da avaliação da prática;
- arranjar as rotinas pedagógicas de acordo com os desejos e as necessidades de todos; e ligar e interligar pessoas, ampliando os ambientes de aprendizagem.
         O pedagogo deve ser o especialista nas diversas didáticas e o parceiro mais experiente do professor. É ele quem responde por esse trabalho junto ao diretor, formando assim uma relação de parceria - e cumplicidade - para transformar a escola num espaço de aprendizagem. O que ocorre em muitos casos é que, sem formação adequada, ele acaba assumindo funções administrativas - e a formação permanente fica em segundo plano ou desaparece. Esse é o sentido de ser um bom pedagogo, não de uma instituição, mas de processos de aprendizagem e de desenvolvimento tão complexos como os que temos nas escolas.
           














domingo, 22 de maio de 2011

Amor a primeira vista ou "ouvida" ???

Escutei pela primeira vez a Música Oração da: A Banda mais Bonita da Cidade, dia 21/04 lá pelas 17:00 da tarde, através de um e-mail enviado pela minha irmã Michele. O que me impressionou foi em saber que a belíssima banda é gente como a gente, ou seja, de Curitiba.O clip é criativo e a música te embala.

É o tipo de música a ser ouvida quando se chega em casa de mal humor e cansado. Te convido a escutar a Música Oração e embalar seus pensamentos em um clima de total "desestresse" e refletir: seriam os Curitibanos os "reinventores" da Música Popular Brasileira? Ah, o mais legal disso tudo, com exceção de uma integrante, todos são formados em música ou produção musical na Universidade Federal do Paraná (UFPR). Os professores dessa galera devem estar felizes...

sábado, 16 de abril de 2011

Sonhos interrompidos, professores versus educadores e Bullying, tudo junto e misturado.

Sonhos interrompidos, onde eles deveriam ser cultivados: a ESCOLA.
Impossível não se comover com a história de Realengo – RJ, impossível não estremecer de emoção ao pensar que vários sonhos foram sepultados, vários anseios se esvaindo. De forma cruel, vidas foram interrompidas, dentro do espaço que deveria ser celeiro dos sonhos, dentro do espaço onde nossas primeiras letras aparecem nos cadernos, onde surgem os primeiros amores, os amigos que levaremos para vida toda...
Entretanto, a realidade é mais cruel, essa semana eu soube que um ex-aluno, para quem lecionei, foi assassinado,aos 15 anos, bem aqui, perto, dentro da mesma cidade onde estou. A violência mora ao lado, sonhos são interrompidos constantemente, ao nosso redor, mas infelizmente é necessária tamanha barbárie para que tenhamos a percepção necessária de que como educadores temos que nos empenhar mais. Precisamos viver o que lemos e aprendemos nas aulas de Fundamentos Filosóficos ou Socioantropológicos da Educação. Rubens Alves tem um livro, no qual ele discorre sobre a diferenciação de Educador e Professor.
A quantidade de amor depositada, quando desenvolvemos a função de ensinar, conta muito para salvar uma vida. Quantos professores podem evitar o bullying, repreendendo os alunos q praticam esse ato e em contra-ponto evita que a raiva vire ódio por parte do agredido, evitando uma problema futuro maior.
Nós educadores, somos peças fundamentais para regar a planta desses sonhos que nossas crianças e adolescentes, trazem a escola.  Cabe a nós fazer a escola ser um lugar mágico, aonde se vá não por obrigação, mas porque gostam. O que nós enquanto educadoras podemos fazer para manter a chama da vontade de estudar, estar sempre acesa?
Primeiramente vamos diferenciar educador de professor: O educador constrói, habita um mundo em que a interioridade faz uma diferença, em que as pessoas se definem por suas visões, paixões, esperanças e horizontes utópicos. O professor ao contrário, é funcionário de um mundo dominado pelo Estado e pelas empresas. É uma entidade gerenciada, administrada segundo a sua excelência funcional.” (segundo Rubens Alves)
Entendeu? Conseguiu se visualizar? Deu para perceber de que lado você está? Eu tenho convicção de que se algum professor ou professora tivesse tido o mínimo de sensibilidade com o assassino de Realengo, enquanto esse ainda era um menino, quieto, que não dava problemas, aliás, porque se preocupar com o aluno quietinho? Professores adoram alunos quietos, calados, sem senso crítico.Esse é o bom aluno....Cadê a sensibilidade para  perceber que alunos quietos demais estão com problemas? Por isso inclui bullying no contexto. Quantas vítimas de bullying, andam por ai? Sedentos por uma revanche? Ceifando sonhos?
Educador, nossa segunda casa é a escola. Como estamos mantendo a organização dessa “ casa”? O que estamos fazendo com os sonhos que vem até nós em forma de alunos? Como estamos educando e orientando? Educador, está em nossa mãos o futuro do Brasil, a geração que vai um dia cuidar de nós. 
Concluo, pedindo para que nos juntemos em oração pelos familiares dos adolescentes de Realengo. 

sábado, 12 de fevereiro de 2011

Educação Ignóbil - J’ACUSE !!! (Eu acuso !)





« Mon devoir est de parler, je ne veux pas être complice. (Émile Zola)


Meu dever é falar, não quero ser cúmplice. (...) (Émile Zola)


Ok, ok, voltamos as aulas. Entra ano e sai ano e tanta coisa continua errada, há tantos problemas escondidos embaixo do tapete... Esse artigo foi baseado em um outro que esta circulando pela internet, achei válido retirar algumas partes para refletirmos juntos, pais, professores, educadores em geral. Quero falar mais aos pais, pois eles são os maiores banalizadores da educação, vivem na teoria mesquinha, do “ estou pagando”, então "meu filho não poderá reprovar" ou "meu filho foi mal na prova"?!?, Vamos processar a escola. Pais mal resolvidos, estão gerando filhos mimados, que criam em suas mentes, doentias, a ideia de que o mundo existe para lhes servir. Geração de crianças que estão doentes emocionalmente , porque os pais, que não sabem e nem estão prontos para ser pais, compram tudo ao alcanse dos olhos. Dentro de alguns anos, viveremos a geração dos adultos mimados e infantilizados, mas antes passaremos pela geração dos adolescentes que simplesmente odeiam estudar, que agridem moralmente, emocionalmente e até fisicamente seus professores... Há uma lógica perversa por trás disso, a promoção do desrespeito aos valores, ao bom senso, às regras de bem viver e à autoridade foi elevada a método de ensino e imperativo de convivência supostamente democrática.


No início, foi o maio de 68, em Paris: gritava-se nas ruas que “era proibido proibir”. Depois, a geração do “não bate, que traumatiza”. A coisa continuou: “Não reprove, que atrapalha”. Não dê provas difíceis, pois “temos que respeitar o perfil dos nossos alunos”. Aliás, “prova não prova nada”. Deixe o aluno “construir seu conhecimento.” Não vamos avaliar o aluno. Pensando bem, “é o aluno que vai avaliar o professor”. Afinal de contas, ele está pagando...


E como a estupidez humana não tem limite, a avacalhação geral epidêmica, travestida de “novo paradigma” (Irc!), prosseguiu a todo vapor, em vários setores: “o bandido é vítima da sociedade”, “temos que mudar ‘tudo isso que está aí’; “mais importante que ter conhecimento é ser ‘crítico’.” O discurso anti-disciplina é anabolizado pela lógica doentia e desonesta da paparicação ao aluno – cliente... Estamos criando gerações em que uma parcela considerável de nossos cidadãos é composta de adultos mimados, despreparados para os problemas, decepções e desafios da vida, incapazes de lidar com conflitos e, pior, dotados de uma delirante certeza de que “o mundo lhes deve algo”.


Mas, com a licença devida ao célebre texto de Emile Zola, EU ACUSO tantos outros que estão por trás da criação de ignóbeis humanos:


EU ACUSO a pedagogia ideologizada, que pretende relativizar tudo e todos, equiparando certo ao errado e vice-versa;


EU ACUSO os pseudo-intelectuais de panfleto, que romantizam a “revolta dos oprimidos”e justificam a violência por parte daqueles que se sentem vítimas;


EU ACUSO os burocratas da educação e suas cartilhas do politicamente correto, que impedem a escola de constar faltas graves no histórico escolar, mesmo de alunos criminosos, deixando-os livres para tumultuar e cometer crimes em outras escolas;


EU ACUSO a hipocrisia de exigir professores com mestrado e doutorado, muitos dos quais, no dia a dia, serão pressionados a dar provas bem tranqüilas, provas de mentirinha, para “adequar a avaliação ao perfil dos alunos”;


EU ACUSO os últimos tantos Ministros da Educação, que em nome de estatísticas hipócritas e interesses privados, permitiram a proliferação de cursos superiores completamente sem condições, freqüentados por alunos igualmente sem condições de ali estar;


EU ACUSO a mercantilização cretina do ensino, a venda de diplomas e títulos sem o mínimo de interesse e de responsabilidade com o conteúdo e formação dos alunos, bem como de suas futuras missões na sociedade;


EU ACUSO a lógica doentia e hipócrita do aluno-cliente, cada vez menos exigido e cada vez mais paparicado e enganado, o qual, finge que não sabe que, para a escola que lhe paparica, seu boleto hoje vale muito mais do que seu sucesso e sua felicidade amanhã;


EU ACUSO a hipocrisia das escolas que jamais reprovam seus alunos, as quais formam analfabetos funcionais só para maquiar estatísticas do IDH e dizer ao mundo que o número de alunos com segundo grau completo cresceu “tantos por cento”;


EU ACUSO os que aplaudem tais escolas e ainda trabalham pela massificação do ensino superior, sem entender que o aluno que ali chega deve ter o mínimo de preparo civilizacional, intelectual e moral, pois estamos chegando ao tempo no qual o aluno “terá direito” de se tornar médico ou advogado sem sequer saber escrever, tudo para o desespero de seus futuros clientes-cobaia;


EU ACUSO os que agora falam em promover um “novo paradigma”, uma “ nova cultura de paz”, pois o que se deve promover é a boa e VELHA cultura da “vergonha na cara”, do respeito às normas, à autoridade e do respeito ao ambiente universitário como um ambiente de busca do conhecimento;


EU ACUSO os “cabeça – boa” que acham e ensinam que disciplina é “careta”, que respeito às normas é coisa de velho decrépito,


EU ACUSO os métodos de avaliação de professores, que se tornaram templos de vendilhões, nos quais votos são comprados e vendidos em troca de piadinhas, sorrisos e notas fáceis;


EU ACUSO os alunos que protestam contra a impunidade dos políticos, mas gabam-se de colar nas provas, assim como ACUSO os professores que, vendo tais alunos colarem, não têm coragem de aplicar a devida punição.


EU VEEMENTEMENTE ACUSO os diretores e coordenadores que impedem os professores de punir os alunos que colam, ou pretendem que os professores sejam “promoters” de seus cursos;


EU ACUSO os diretores e coordenadores que toleram condutas desrespeitosas de alunos contra professores e funcionários, pois sua omissão quanto aos pequenos incidentes é diretamente responsável pela ocorrência dos incidentes maiores;


Uma multidão de filhos tiranos que se tornam alunos -clientes, serão despejados na vida como adultos eternamente infantilizados e totalmente despreparados, tanto tecnicamente para o exercício da profissão, quanto pessoalmente para os conflitos, desafios e decepções do dia a dia.


Ensimesmados em seus delírios de perseguição ou de grandeza, estes jovens mostram cada vez menos preparo na delicada e essencial arte que é lidar com aquele ser complexo e imprevisível que podemos chamar de “o outro”.

A infantilização eterna cria a seguinte e horrenda lógica, hoje na cabeça de muitas crianças em corpo de adulto: “Se eu tiro nota baixa, a culpa é do professor. Se não tenho dinheiro, a culpa é do patrão. Se me drogo, a culpa é dos meus pais. Se furto, roubo, mato, a culpa é do sistema. Eu, sou apenas uma vítima. Professor, você pode fazer a diferença!

terça-feira, 11 de janeiro de 2011

E mais uma vez... férias \o/\o/\o/

Viva as férias, período de tempo que os pais enlouquecem, pois muitos não conseguem tirar suas férias juntos com ás crianças, o que gera um stress atrás de babás ou colônias de férias. Já as mamães e papais que passarão esse período de tempo junto ás crianças, devem proporcionar as mesmas um período de qualidade sem ociosidade.  Fazer a galerinha se comportar só depende de você pai e mãe, é hora de deixar a preguiça de lado e montar um belo  cronograma para ninguém ficar ocioso. Brinquedos, jogos, parquinhos, bicicleta: criança ocupada não tem tempo para brigar nem “ reinar”. Pais e mães devem se unir e dividir as tarefas, seu filho quer te ver ativo nas brincadeiras, então proporcione momentos divertidos em família. Criança ocupada é criança feliz... Invista em caderninho de desenho, livrinhos para colorir, invente teatros, conte histórias, crie brinquedos com panos e sucatas, coloque a criançada para cozinhar, lembrando de tomar cuidado com objetos cortantes, uma boa pedida pra jogar são o UNO e o TWIST, onde todos da família podem jogar, além de ser muito didático.E é claro, recorra a boa e velha internet, ache vídeos divertidos no YOUTUBE para todos assistirem.Pense bem, criança cansada dorme cedo e você terá seu tempinho ... Segue, algumas  dicas para você se divertir com seus filhos nas férias...  Boas férias =)

http://www.dominiopublico.gov.br/pesquisa/PesquisaObraForm.jsp
 acesse essa biblioteca virtual.... mta coisa boaaaa \o/

FAÇA UMA BONECA SIMPLES

Material

tecido macio
tesoura de costura
lã de carneiro não fiada (ou estopa de algodão 100%)
fio de lã ou linha
agulha e linha de bordar ou canetas coloridas
fios de cabelo coloridos (opcional)
Divulgação

Aprenda a fazer bonecas simples de pano  para crianças de 3 meses a 2 anos
Como fazer

1. Corte um quadrado de tecido macio. Experimente tamanhos diferentes, dependendo do tamanho da boneca que você deseja fazer. Escolha uma boneca pequena para um bebê e uma maior para uma criança pequena. Dobre o quadrado ao meio, diagonalmente, formando um triângulo.

2. Descubra o centro da ponta dobrada, levante o tecido e encha-o com a lã desfiada para fazer a cabeça da boneca. Amarre bem o pescoço com uma linha ou fio.

3. Escolha um lado para o rosto e estique as dobras atrás da cabeça. Costure ou desenhe os traços que desejar, mantendo-os simples e sem expressão.

4. Forme as mãos dando nós nas pontas dobradas, ou amarre-as com um fio ou linha. Se quiser acrescentar cabelo, prenda os fios.

5. Acrescente a roupa, se desejar, feita de tecido colorido. Experimente colocar um lenço na cabeça ou embrulhar a boneca em um lençol.

Sugestão do livro "Brincadeiras Criativas para o Seu Bebê", que mostra como fazer brinquedos fáceis para bebês e crianças de 3 meses a 2 anos.

-
FAÇA COROAS E MANTOS

Reprodução

Livro com brincadeiras infantis ensina a fazer coroas e mantos
Material

Musselina colorida
Tesoura de costura
Alfinetes
Agulha de costura
Linha de costura
Feltro
Cola branca
Lantejoulas
Novelos de lã
Elástico de 1 cm de largura
Agulha de bordar
Linha de bordar colorida
Como fazer

1. Para fazer mantos e véus, corte quadrados de musselina de 1 metro e de 50 cm. Faça a bainha e passe.

2. Para fazer uma coroa, escolha o formato da frente de sua preferência e corte uma tira de feltro dobrada ao meio do tamanho correto.

3. Costure ou cole enfeites em um dos lados usando retalhos de feltro, lantejoulas e bordando flores com lã colorida.

4. Corte um pedaço de elástico no tamanho certo da cabeça da criança. Coloque o elástico nas extremidades das duas peças de feltro, entre os dois panos, e prenda com alfinetes.

5. Costure os dois pedaços de feltro juntos, usando ponto caseado e linha de bordar colorida. Retire os alfinetes.

Sugestão do livro "Brincadeiras Criativas para o Seu Filho", que mostra como fazer brinquedos fáceis para crianças de 2 a 4 anos.

-
RECEITAS PARA AS CRIANÇAS

Divulgação

Crianças aprendem a fazer cheesecake de framboesa , de maneira simples
Cozinhar com as crianças é uma das melhores maneiras de estreitar os laços com elas. Conduzido da maneira adequada, este trabalho pode se tornar uma estimulante brincadeira. Com as 20 receitas simples, divertidas e saudáveis apresentadas no "Meu Primeiro Livro de Culinária", quem tiver a partir de 5 anos já pode colocar a mão na massa e criar deliciosas receitas. Conheça algumas, explicadas passo a passo:

Prepare um delicioso cheesecake de framboesa
Aprenda a fazer uma saladinha de macarrão
Para as crianças a partir de 9 anos, o livro "O Pequeno Mestre-Cuca" mostra mais de 50 receitas ilustradas, além de glossário dos termos mais utilizados na cozinha. Eles irão aprender a preparar o café da manhã, refeições leves, principais, sobremesas, pães, bolos e tortas. Aprenda algumas:

Faça uma salada verde com molho
Veja receita de brownies de chocolate
-
SUGESTÕES DE LIVROS (divididos por idade)

0 a 3 anos


Mostra série de personagens que descobrem tesouros escondidos
CLÁSSICO - "Fábulas" : Um dos maiores escritores da literatura universal, o russo Liev Tolstoi veio de berço nobre, mas cultivou durante toda sua vida um grande apreço pela melhora da condição de vida dos mais humildes.

PERSONAGENS DA HORA - "Backyardigans: Contagem no Fundo do Mar" : Utilizando o fundo do mar como cenário, este livro mostra personagens que descobrem tesouros escondidos nas profundezas do oceano. A cada página, a criança se familiariza com o universo dos números e aprende brincando.

LANÇAMENTO - "Minhoca da Sorte" : Quando o pintinho sai do terreiro à procura do seu milho da sorte, ele encontra uma grande surpresa. Essa é a história do solitário pintinho que sonhava em encontrar um bom amigo para brincar.


3 a 5 ANOS

Aventura recheada de desafios supermaneiros para a galera
CLÁSSICO - "Os Três Porquinhos" : Nesta versão do conto dos três porquinhos, Chico, Checo e Chaco passam por apuros com suas casinhas frágeis, mas o lobo mau não contava com a perspicácia de um deles. A cada página virada, dobraduras-surpresa saltam para fora do livro e rendem boas doses de aventuras.

PERSONAGEM DA HORA - "Desafios do Ben 10" : Chegou a hora de virar herói! Esta aventura está recheada de desafios supermaneiros que só a galera mais irada do planeta conseguirá resolver.

PERSONAGEM DA HORA - "Barbie e o Castelo de Diamante" : As melhores amigas, Liana e Alexa, encontram Melody, a aprendiz das musas da música, presa num espelho mágico. Ela está ali para se esconder da malvada Lydia, que quer acabar com toda a música no mundo!

LANÇAMENTO - "Como Amar um Unicórnio" : O melhor amigo da princesa Rosabela é o unicórnio Branca de Neve. Enquanto os dois se divertem com os preparativos para o "Show do Unicórnio do Ano", você vai aprender como uma princesa deve alimentar, treinar e enfeitar seu companheiro.

5 a 7 ANOS

Autor-narrador conta como seria sua vida caso se transformasse em diversos personagens
CLÁSSICO - "A Árvore Generosa" : É uma fábula em preto e branco sobre a amizade, a consciência ecológica e a passagem para a vida adulta. Os estreitos laços que aproximam o menino e a árvore transformam-se, pouco a pouco, em distância e silêncio.

PERSONAGEM DA HORA - "Batman: A História do Batman" : Indicadas para crianças que estão aprendendo a ler (e que adoram super-heróis), as histórias deste livro estão repletas de ação e aventura, e trazem mensagens positivas --sem lutas exageradas e nem violência imprópria para a idade.

PERSONAGEM DA HORA - "As Meninas Superpoderosas 1" : Procura-se, com urgência, uma menina capaz de ajudar as meninas superpoderosas a salvarem o dia. Ela precisa ter muitas qualidades, como a vontade de combater vilões horrorosos e coragem para viver aventuras que vão além da imaginação.

LANÇAMENTO - "Agora Eu Era" : Qual a criança que não gosta de fazer de conta que é um super-herói, um vilão, alguém que vive as mais incríveis aventuras, onde tudo sai como o imaginado? O autor-narrador deste livro entra na brincadeira e conta como seria a vida se fosse um explorador do polo Norte, uma arqueóloga, um médico, um empresário, um faquir, uma surfista, um sushiman...

7 a 9 ANOS

Personagens vivem no espaço urbano e vivem situações reais
CLÁSSICO - "Marcelo, Marmelo, Martelo" : Considerado uma obra-prima da literatura infanto-juvenil brasileira, e escrito por autora Ruth Rocha, este livro ajuda a compreender questões importantes desta fase da vida. Os personagens dos três contos vivem no espaço urbano e passam por situações reais do cotidiano.

PERSONAGEM DA HORA - "Zac Power (Vol. 9): Sucesso de Cinema" : Uma viagem para Hollywood, carros velozes e hotéis chiques... exatamente o que um espião de alto escalão merece. Mas Zac logo percebe que a Big está tramando fazer uma lavagem cerebral nos melhores espiões do mundo, e somente ele próprio poderá salvá-los.

LANÇAMENTO - "Discurso do Urso" : Ricamente ilustrado, mostra a movimentação em um prédio que, magicamente, tem um urso vivendo em seus canos. A obra, assinada por Julio Cortázar, tem tradução de Leo Cunha. O texto originalmente integra o livro de contos "Histórias de Cronópios e Famas".

9 a 12 ANOS

Versão atualizada pela criatividade de Liziane Kugland e Jorge Furtado
CLÁSSICO - "Aventuras de Alice no País das Maravilhas" : A clássica história escrita no século 19 por Lewis Carroll (1832-1898) ganha uma versão atualizada pela criatividade da tradutora Liziane Kugland e do escritor e cineasta Jorge Furtado. Essa edição também ganha novos ares com as ilustrações de Mariana Newlands.

PERSONAGEM DA HORA - "Caderno de Confidências da Barbie" : Você conhece bem suas amigas e amigos? Peça para eles assinarem seu caderno de confidências e descubra tudo sobre eles, nessa brincadeira divertida que vai aproximar você de quem você mais gosta.

LANÇAMENTO "Como Falar com Meninas" : Um menino-autor de 9 anos ensina o que é preciso para conquistar o coração de uma menina. Conforme o leitor avança nas páginas, o livro transforma-se em um guia mirim, com dicas de sedução para meninos de todas as idades.

domingo, 28 de novembro de 2010

Crianças e a Fé =)















Frustrações e medos, não passe isso adiante.



Com certeza, você já conheceu uma mãe ou um pai meio neurótico, aqueles que se frustraram com alguma coisa em algum momento da vida e querem repassar isso aos filhos.  Quer um exemplo: Pai que queria ser jogador de futebol ou mãe que queria ser bailarina. Filhos não são uma extensão de sua vida, são vidas independentes, são humanos como vocês. Coloca-los em uma bolha não esta acrescentando nada na vida deles. Pais, eduquem mas não imponham nada, principalmente manipular a criança a ser isso ou aquilo. Suas frustrações devem ser resolvidas por você. Aliás se você não esta bem resolvido com alguma coisa em sua vida, não esta preparado para ser pai ou mãe. Ou seja, resolva-se.
Não transfira ao seu filho medos e frustações. Se você tem medo de alguma coisa, guarde pra si. Imaginem, quantas crianças não teriam medo de "bicho papão"ou quaisquer outro monstro ou bicho se você soubesse educar e não usasse esses métodos como chantagem para dormir, comer, estudar etc? Certa vez estava com algumas amigas assitindo um filme que era cheio de metáforas, bichos, monstros esquisitos e uma de minhas amigas é mãe e seu filho estava vendo o tal filme conosco. Ela falava credo que feio, meu Deus que medo, ou seja a mãe não estava gostando do filme e queria induzir o filho a também não gostar e obviamente o final não poderia ser diferente, criança com medo, que não quer dormir sozinha, chorona, irritada. Lembre-se, você é um educador, deve estimular a criança, ela deve aprender a sentir medo e não ser induzida a senti-lo. O caminho é o diálogo sempre...Converse com seu filho sempre, toda hora...Desde pequeno converse sobre regras, valores, garanto que você não terá adolecentes rebeldes em casa se desde bebê mostar os limites a ele.
Pense nisso...


quinta-feira, 26 de agosto de 2010

A Arte, a dança e a criança.




A Arte, a dança e a criança.

O que é importante?
A Arte? A Dança?
Ou a Criança?
Movimentos delicados do ballet, que fazem as meninas e meninos sonharem com futuros vôos, planejarem o futuro que esta logo ali.
Afinal o que é importante?
O sonho, isso sim é importante.
Misturando tudo e todos em uma coisa só,
Dentro de uma bolha de sabão,
Passeando pela nossa imaginação,
E lembrar o quanto a arte enobrece a alma,
A Arte, a Dança a beleza e leveza do ballet, nos conduzem,
A desbravar sonhos escondidos e caminhos ainda não percorridos.
Que no sorriso da criança e na beleza do ballet, possamos sonhar,
E que nesse sonho real, possamos enxergar o que é verdadeiramente importante, o aprendizado da criança.


Gisele Dias
Foto: Taci Gayer http://www.taci.com.br/
Bailarina: Poliana Gawron
Amigas que eu amo muito....
Essa é uma homenagem a ambas .